sábado, 10 de julho de 2010

Tchê Bauru

Antes de mais nada, eu quero anunciar o resultado final da inédita promoção de semana passada. Vencendo por UM VOTO de diferença, o grande campeão foi o X-Moita, a ser visitado durante a semana, seguido por Gélson (não ficou bem claro qual deles, computei todos os votos para o mesmo) e Van Gogh, que com certeza não deverá ficar de fora por muito tempo.

Vamos ao post de hoje.

Os leitores mais puristas como eu vão torcer o nariz pro nome do lugar. Este é um blog sobre Xis Portoalegrense, e não sobre bauru paulista. Mas acredito que foda-se, é só um nome e nunca vi ninguém comendo bauru lá. Na verdade, é muito raro ver alguém comendo lá. O lugar é mais frequentado por bebedores de cerveja (Polar, estimo, a R$ 4,00). Este fenômeno é claramente explanado pelo cardápio que denuncia os Xis entre R$ 9,00 (Xis-Salada) e R$ 11,50 (Calabresa, Bacon, Coração, etc.), preço, no mínimo, bem acima da média.

Ah, o serviço: O Tchê Bauru fica na esquina da Mariante com a Cabral, qualquer um que ande um pouco pela Goethe sabe onde fica.

Escolhi para ser o Xis mais caro que comi este ano o Xis-Bacon. que é um bom termômetro para se conhecer uma lancheria nova. Veja bom o leitor que o Tchê Bauru para mim não tem nada de novo, exceto que eu nunca comera Xis ali antes.

Estávamos eu e uma corja de vagabundos, que resolveram pedir uma porção grande de batatas fritas com queijo duplo por cima. A porção não era das maiores mas o queijo não era ralado como se vê normalmente, mas uma monstruosidade derretida muito interessante. As batatas eram visivelmente de estilo caseiro e estavam muito boas.

Meu xis demorou cerca de dez minutos para ficar pronto, Aterrisou e não mostrou nenhuma particularidade em sua superfície. Contrariando meu método usual, iniciei por cortar o xis diametralmente, para melhor visualizar seu conteúdo, sacando fotos que, para variar, não tenho saco nem cabo de upar àqui.

A visualização do xis em corte longitudinal comprovou a disposição (de baixo pra cima) pão, ervilha, hamburguer, bacon, milho, ovo, tomate, alface, maionese, pão. Como sabemos, o xis em sua fórmula incluía queijo, que foi indetectável.

As primeiras impressões são de desequilíbrio, o tomate é cortado em pedaços quiçá um pouco grandes demais, e nosso xis sofre do velho problema da má distribuição de maionese. Estes dois fatores foram cruciais para que a degustação inicial revelasse um sabor decepcionantemente adocicado. O dia que um vivente pedir um xis bacon esperando um sabor adocicado, nosso mundo estará acabado.

Avancei em direção ao centro do xis sem maiores dificuldades, começando a perceber paulatinamente os sabores das carnes. O hambúguer foi bem passado, na medida certa, e era muito gostoso, de sotaque caseiro com sal, cebola e pimenta-do-reino. Media cerca de meio centímetro de espessura, e era de bordas irregulares. Muito provável era de fabricação do próprio estabelecimento. Com certeza o ponto alto do xis.

O bacon foi apresentado em pedaços difíceis de nomear. Creio que eu poderia dizer "destroços". Parecia que se havia alimentado um pedaço grande de bacon a um daqueles trituradores de papel. Muito interessante, mas este fator fazia com que, onde havia pouco bacon, os pedaços pequenos demais acabavam por não fazer diferença no sabor final. Felizmente, conforme eu me aproximava do núcleo do xis, a quantidade amontoada de destroços de abdômen suíno aumentava significativamente.

A primeira metade foi devorada sem problemas, e a segunda me rendeu dois terços (o terceiro ficou pro Johnny).

Pontos altos: cerveja barata, bem localizado, bom de estacionar, funcionários simpáticos, pode fumar. Pontos fracos: O preço do xis, má distribuição de maionese, excesso de salada.

Nota final: 7,2

Essa nota, repito, é fazendo uma média entre o xis e o local. Não fosse um lugar tão legal, o xis talvez ficasse abaixo da média 7,0

11 comentários:

Johnny disse...

eu experimentei e realmente: empapado de maionese. se pah eh um daqueles lugares que tem q especificar q se quer quase nada de mayonese.

Anônimo disse...

Amiable fill someone in on and this mail helped me alot in my college assignement. Thanks you seeking your information.

Anônimo disse...

Bom. Se vc quer um lugar pra comer bem e pagar um preço não muito barato. Este é o lugar. A cerveja é em geral um pouco mais barata que a dos vizinhos. O atendimento é ruim e se vc quer um lugar pra ver futebol em dia de jogos é melhor ser gremista. O alemão é gremista e em dias de jogos do Grêmio e do Inter, mesmo tendo duas TVs no local, não adianta nem chorar. O jogo é do Grêmio e ponto. O Bauru é um ponto positivo do lugar, pra mim um dos melhores de Porto Alegre, porém o atendimento está entre um dos piores da cidade na minha opinião.

Anônimo disse...

e o alemao sempre erra na conta, tem que abrir o olho com o malandro!

Anônimo disse...

leggere l'intero blog, pretty good

♠Karina Santana♠ disse...

Pq não há mais dicas? Acabaram-se as laricas? Ou todos os Xis(es) já foram analisados? Curiosidade!

Adrianowsky disse...

Tchê, da próxima vez que fores lá, indico o Xis Alemão. Leva pepino e cebola em conserva (conserva das fortes).
Outras dicas sobre o lugar: pode pedir pra trocar o pão do xis pelo cervejinha do bauru e a mostarda FORTE de lá é um espetáculo.
Bom apetite.

Anônimo disse...

Ce post m'a beaucoup aide dans mon positionnement. Merci pour ces informations

Anônimo disse...

O lugar é um lixo e o bauru pior ainda, atendimento???não vi...

Anônimo disse...

melhor bauru de porto alegre e o alemão é gente fina. e tem guaraná fruki em garrafa de vidro !!!
quem não acha o ambiente legal é porque é fresco.

Anônimo disse...

Atendimento ruim, pouca comida e valor caro demais pelo que é oferecido. O Alemão do caixa sempre erra a conta PARA MAIS! Vão no Twister em frente que vale mais a pena.